Angústia da separação

"O tema desta semana é a angústia da separação


Vamos conversar um pouco sobre a angústia da separação. .
 Mas afinal, o que é isso?

Do nascimento até o 6-8 mês de vida o bebê se vê como uma extensão da mãe e, a partir daí, começa ver como um indivíduo a parte da mãe. Ele começa a reconhecer o mundo ao seu redor e estranha as pessoas que não são do seu convívio. .

 A ansiedade ou angústia existe porquê o bebê demora um pouco a entender que sua mãe não está sempre ali, mas logo volta.

 Quando ele percebe isso essa fase passa. .
É a fase que vc vai até a cozinha e o deixa sozinho por alguns minutos e logo ele já está chorando porquê não está te vendo. (Eles ficam mais chatinhos e carentes.)

Essa fase é antecipada se a mãe tem que voltar ao trabalho antes desse tempo.

Algumas dicas pra essa angústia ser o menos dolorosa possível:

Converse bastante com seu bebê.

Dê um intervalo entre o chamado do seu bebê (choro) e sua resposta (intervalo curto só pra ele entender que vc está ali, mas demora um pouco a chegar). 
Faça separações rápidas ao longo do dia como, por exemplo, brincar de esconde e acha.

 Se você for trabalhar sempre se despeça do bebê, para que ele entenda que você vai, mas logo volta. Ao chegar do trabalho tire um tempo pra vc e seu bebê. Um tempinho com ele faz bem pra ele e, mesmo que cansada, faz muito bem pra vc tbm.

Os objetos de transição tbm são importantes nessa fase, vc pode usar uma naninha, por exemplo, para que a criança transfira um pouco da carência para esse objeto. .
 O importante é saber que a angústia de separação é uma fase e passa logo.

Alguma mamãe passou por essa fase ??"

Dr João Batista
Pediatra
@drjoaopediatra